adsense

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Museu da colonização - Chapecó/SC





O Museu da Colonização de Chapecó está situado na antiga casa histórica da família Bertaso, construída na região central da cidade de Chapecó na década de 1920, pelo então proprietário da Colonizadora Bertaso, Maia e Cia, Coronel Ernesto Bertaso. A construção, realizada com a utilização da madeira nativa abundante da região Oeste de Santa Catarina durante o período da chegada dos colonizadores, foi construída para servir de moradia, escritório e tomadas de decisões, principalmente relacionadas ao processo de colonização.
No ano de 1991, a construção foi deslocada para o Parque de Exposições Tancredo Neves, no Bairro Efapi, em Chapecó. A edificação sediou a Comissão Central Organizadora da Efapi em 1991, transformando-se num local de importante referência. A casa abrigou também posteriormente o acervo do Museu Antônio Selistre de Campos – MASC por diversos anos.
Com o tombamento definitivo, em 2007, do antigo prédio da Prefeitura Municipal, no centro de Chapecó, o acervo do MASC foi transferido para aquele local e a casa histórica da família Bertaso passou a abrigar o Museu da Colonização de Chapecó – MCC, criado pela Lei Municipal nº 5.975 de 06 de abril de 2011, sendo esta mesma edificação tombada pelo decreto municipal nº 23. 949 no dia 7 de abril de 2011.
O Museu da Colonização de Chapecó tem o objetivo de divulgar aspectos da História do processo de colonização da cidade de Chapecó, com a participação dos diversos grupos étnicos que compuseram a construção da cidade, através da chegada da Colonizadora Bertaso, Maia e Cia. A organização do MCC está articulada em cinco espaços expositivos, com a finalidade de apresentar a tipologia do acervo ao público visitante por meio de salas temáticas. São elas:
Primeiros tratos e Primeiros fatos - Com a exposição dos móveis e dirigentes da Colonizadora;
Utensílios do Cotidiano – Com mostra das ferramentas utilizadas para subsistência e construção de espaços físicos do Município;
Sonhos e Verdades – Discute o processo de migração dos grupos étnicos e seus projetos para ocupação do território;
Saberes e Fazeres – Apresenta as comidas típicas pertencentes a cada grupo étnico participante da colonização de Chapecó;
Mesa e Fogão – Instalação no espaço da antiga cozinha colonial das primeiras décadas da ocupação da cidade.
A parte superior do Museu é utilizada, por enquanto, somente como espaço administrativo, devido à dificuldade de adaptação da edificação histórica às normas de acessibilidade exigidas para transformá-la em espaço de exposição com acesso à comunidade em geral.
Observação: O espaço encontra-se fechado para melhorias estruturais.
Agradecemos a compreensão.
Contato: (49) 3321 - 8509 Email: museutecnico@chapeco.sc.gov.br
Endereço: Parque de exposições Tancredo de Almeida Neves (EFAPI)

Fonte: https://www.chapeco.sc.gov.br/cultura/index.php?r=conteudo&idconteudo=8

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, sugestões de atividades e melhorias que podemos implementar no blog. Serão muito bem vindos e avaliados com carinho.